Cuidados com a intoxicação alimentar

Cuidados com a intoxicação alimentar

A proliferação de bactérias acontece mais rapidamente em ambientes quentes e úmidos que, se associados a condições impróprias de higiene, fazem com que os alimentos provoquem mal-estar e intoxicação. A ingestão de alimentos contaminados por certas bactérias pode provocar vômitos, diarréia e dores abdominais e de cabeça. As principais causas de intoxicação alimentar são: bactérias, vírus, botulismo (causado por toxinas bacterianas da bactéria Clostridium botulini, que se forma em alimentos enlatados ou preparados em casa preservados de maneira incorreta) ou as toxinas químicas.

Confira abaixo algumas dicas para evitá-la:

· Não deixe alimentos congelados degelarem por si, pois bactérias podem crescer na superfície externa dos alimentos. O ideal é degelar o alimento no forno de microondas ou colocá-lo sob água corrente.

· Não usar os mesmos utensílios para preparar alimentos crus e cozidos.

· Mantenha a temperatura do refrigerador abaixo de quatro graus centígrados. Isto retardará o crescimento das bactérias.

· Alimentos que sobram de uma refeição devem ser congelados imediatamente para consumo posterior, ou serem desprezados. Caso sejam guardados, deve-se retirar acompanhamentos (como molhos), cobri-los e congelar imediatamente.

Envie seu comentário