Família: sou o único que pratica o budismo

Família: sou  o único que pratica o budismo

Vocês podem ser os únicos que praticam o budismo de Nichiren Daishonin em sua família. Mas lembre-se, um sol é o suficiente para iluminar o mundo inteiro. Portanto, é fundamental que vocês cultivem um presença que, assim como o Sol, ilumine todos ao seu redor.

Devem se engajar em sua própria revolução humana de forma que seus familiares possam ser aquecidos ao verem suas faces sorridentes e serem tranqüilizados pelo vigoroso crescimento de vocês; dessa forma eles se lembrarão de sua brilhante vitalidade e o quanto vocês se tornaram mais amáveis e atenciosos principalmente com relação aos seus pais.

A partir desta perspectiva, (o fato de a família de vocês poder não estar praticando o budismo de Nichiren Daishonin) possibilita-os atingirem um maior crescimento do que quando encontram-se em circunstâncias mais favoráveis em sua prática.

budismo nichiren

budismo nitiren

Em muitos casos, os pais (que não abraçam a fé no budismo de Nichiren Daishonin) poderão sentir como se suas filhas tivessem sido tiradas deles por algum mundo estranho e desconhecido. Esta é uma reação compreensível.

Naturalmente, essas reações são derivadas de uma noção errônea sobre o budismo. (Como praticantes,) sabemos que o Verdadeiro Budismo possibilita-nos abrir o “palácio” interior das profundezas de nossas vidas. Sabemos que é uma filosofia altamente humanística, progressiva e complexa. Contudo, devido a várias preconcepções e preconceitos acerca da religião, muitos (não-praticantes) falham em apreciar a verdadeira grandiosidade do budismo de Nichiren Daishonin.

Valorizando os pais

É precisamente por esta razão que nosso comportamento e crescimento são tão importantes. Desenvolver uma capacidade de compreender e apreciar os sentimentos de seus pais e familiares, em vez de ficarem debatendo com eles, sentirem gratidão por tudo o que seus pais têm feito por vocês, e serem capazes de valorizar e cuidar deles de uma forma genuína – isto é a prova da fé de uma pessoa. Nada poderia ser mais fútil do que discutir com a família sobre a fé.

budismo lótus

budismo lótus

Por favor, prezem seus pais do fundo de seus pais do fundo de seus corações, demonstrando-lhes respeito e afeição. Somente quando se tornarem pais poderão sentir gratidão assim como os seus próprios pais sentem.

Jamais façam algo para machucar ou entristecer alguém. Aqueles que se expõem aos raios do sol desfrutam seu calor e sua luz estimulantes. Da mesma forma, a presença de vocês conduzirá à felicidade daqueles ao seu redor. Assim, a nossa prática da fé está em toda parte.

Desenvolvendo a sabedoria

Nichiren Daishonin afirmou: “O sábio deve ser chamado humano e os tolos, animais!” (END, vol. I, pág. 229). Estas são as palavras conclusivas de uma carta que Nichiren Daishonin escreveu para seu seguidor shijo Kingo. Primeiro de tudo, ele enfrentava oposição à sua crença no Sutra de Lótus por parte de seu lorde. Neste Gosho, o Buda preocupa-se muito em instruir Shijo Kingo. Falava sobre a importância de conduzir suas questões diárias com sabedoria e prudência. Ele acautela seu seguidor a não lamentar sua situação, perder a calma ou esquecer de estar vigilante a supostas investidas.

Nichiren Daishonin também declara que apesar de o Lorde Ema não abraçar a fé no Sutra de Lótus, a fé no Sutra de Lótus a fé de seu vassalo Shijo Kingo, que está em grande débito para com seu lorde, estenderia seus benefícios a ele também.

O Buda Original oferece as seguintes palavras de encorajamento: “Imagine uma pequena árvore debaixo de uma grande, ou a grama a o lado de um grande rio. Embora não recebam chuva ou água diretamente, elas vicejam, não obstante, tomando o orvalho da árvore maior ou a umidade do rio.” (END. Vol.I, pág.289.)

razão

Desta forma, é vital que vocês por si sós tornem-se uma “grande árvore” de boa sorte e um “grande rio” de benefícios. É natural que os pais se alegrem pela felicidade e pelo crescimento de seus filhos. Portanto, devem se empenhar para tornar-se uma filha que possa tranqüilizar os pais dela quanto à sua confiança, tranqüilizando portanto suas mentes.

Dois outros seguidores de Nichiren Daishonin, os irmãos Ikegami, finalmente conseguiram conduzir seus pais a tomarem a fé no Verdadeiro Budismo, mesmo após o pai ter deserdado certa vez seu filho mais velho devido à prática do budismo de Daishonin. Este é um exemplo de unicidade entre filhos e pais em atingir a iluminação.

Conclusão

É realmente maravilhoso que estas cartas que Nichiren Daishonin escreveu para seus seguidores tenham sido preservadas até os dias de hoje. Estes Gosho formam as diretrizes fundamentais para todos os seguidores de agora e das eras futuras. Na verdade, quantas pessoas até hoje foram inspiradas ao lerem estes Gosho. Assim, quantas se levantaram-se na fé, encontrando o caminho para a verdadeira felicidade! (Quando escrevia suas cartas,) Nichiren Daishonin sem dúvida alguma pensava nas futuras gerações que estavam por vir.

fé budismo

Considerando este espírito de Nichiren Daishonin, Nikko Shonin prezava os Gosho acima de tudo e devotava suas energias à coleção e compilação destes para a posteridade. Assim, basear-se no Gosho de Nichiren Daishonin é uma prova de que a pessoa reverencia Daishonin como o Buda Original.

Nos vemos na próxima conversa. Até lá.

Autor: Daisaku Ikeda – presidente da Soka Gakkai Internacional

Envie seu comentário