Myo no shoran: ações invisíveis

Myo no shoran: ações invisíveis

Qual é o significado do termo budista myo no shoran?

Literalmente, myo no shoran significa “claramente observado (shoran) pelos [budas e divindades celestiais] invisíveis (myo)”. No escrito “Sobre Abraçar o Sutra de Lótus”, o Buda Nichiren Daishonin utiliza este termo na seguinte frase: “As pessoas de hoje pronunciam palavras que de modo algum combinam com aquilo que está em seu coração. É como se elas estivessem para bater em seus pais com uma cópia do Clássico da Devoção Filial. Ao saberem que, sem serem vistos pelos demais, os budas e bodhisattvas estão observando-as (myo no shoran), como podem deixar de envergonhar-se de tais atos? As dores do inferno são realmente medonhas”.

A natureza dos seres humanos é agir de maneira diferente quando estão sendo observados ou não. Assim, é muito comum as pessoas exibirem um comportamento bastante diferente do seu verdadeiro sentimento perante os outros. Tal natureza manifesta-se também em meio às ações da prática da fé desenvolvidas no âmbito da nossa organização. Por meio do princípio de myo no shoran, Nichiren Daishonin nos alerta exatamente para a importância da sinceridade nas nossas ações, especialmente no que diz respeito à prática da fé, independentemente de estar sendo observado ou não por outras pessoas.

Em um discurso, o presidente da SGI, Daisaku Ikeda, esclarece o significado desse princípio budista de forma bastante prática: “O conceito de ‘ações invisíveis’ (myo no shoran) salienta a rigorosidade da Lei de Causa e Efeito. Embora invisíveis para os outros, as nossas determinações e ações são ‘observadas’ pelos budas e divindades celestiais de todo o Universo. O Buda Nichiren Daishonin observa toda a nossa atuação. Esse é o significado de ‘ações invisíveis’. Conseqüentemente, a fé não é uma questão que diz respeito à forma como vocês aparentam aos outros, mas sim como vocês se comportam e o que realmente estão fazendo. A longo prazo, nossas determinações e ações invisíveis irão se manifestar definitivamente como resultados visíveis. Com o passar do tempo, a verdadeira natureza de uma pessoa irá se revelar naturalmente. Uma pessoa honesta sempre desfruta uma vitória suprema. As ondas invisíveis de rádio podem viajar longas distâncias pelo espaço, atingindo Marte e Vênus. Da mesma forma, a nossa determinação interior, ou itinen, que é invisível para os mortais comuns, ativa as forças no Universo — as divindades celestiais e os budas das dez direções — e aparecem como uma prova real concreta de acordo com o princípio dos Três Mil Mundos num Único Momento da Vida (itinen sanzen). A fé, em um único sentido, significa estarmos plenamente convictos de que todas as nossas ações estão sendo ‘observadas’ pelas forças do Universo. É com base nesta convicção que tenho empreendido, e continuo a empreender esforços que ninguém mais está ciente. Por favor, estejam convictos de que aqueles que possuem forte fé serão capazes de edificar uma vida de sólida felicidade”.

Em suma, é desejável que possamos desenvolver, diariamente, uma série de “ações invisíveis” positivas embasadas em uma inabalável determinação interior de conquistar a verdadeira felicidade em nossa vida e de contribuir dignamente em prol do grande objetivo do Kosen-rufu, independentemente do papel e da função que desempenhamos na organização.

Envie seu comentário