O poder das palavras

O poder das palavras

As palavras possuem uma força extraordinária. Podem provocar riso ou choro, ferir ou curar, dar esperança ou causar desalento, fortalecer ou destruir. No entanto, para produzir esses efeitos, precisam estar carregadas de sentimento. Dependendo da forma como são expressas, palavras duras podem salvar vidas e palavras bonitas, não fazer o menor efeito.

O uso das palavras é tão importante que afeta todos os aspectos da vida de uma pessoa. Entretanto, muitos preocupam-se apenas em desenvolver seu intelecto e esquecem-se da importância da linguagem para a melhoria de sua qualidade de vida e, o mais importante, do estreitamento das relações com as demais pessoas.

A voz pode ser comparada a um instrumento musical. Um som harmonioso sensibiliza as pessoas a ponto de mudar seu estado emocional e até mesmo seu ambiente.

Da mesma forma que a música nunca é executada da mesma maneira por artistas diferentes, cada pessoa possui um estilo próprio. E, como um músico nunca cessa sua busca pela perfeição de sua arte, cada pessoa deve estar sempre disposta a melhorar a maneira como se comunica com as demais.

Você também pode gostar de:

Segundo Dominique Maingueneau, professor de Lingüística da Universidade de Paris XII, “falar é uma forma de ação sobre o outro e não apenas uma representação do mundo”.

De acordo com o budismo, as palavras, juntamente com os pensamentos e as ações, são o meio pelo qual as pessoas formam seu carma bom ou mau. Assim sendo, ao proferirem palavras negativas, cheias de ódio, rancor ou inveja, as pessoas realizam más causas e formam um mau carma em sua vida. Felizmente, o contrário também ocorre: palavras positivas, encorajadoras e repletas de benevolência conduzem à formação de um bom carma.

É por essa razão que Nichiren Daishonin observa em um de seus escritos: “A desgraça vem da boca de uma pessoa e arruína-a, enquanto a boa sorte vem do coração e traz-lhe honra.”

O comovente clamor de Luther King Jr.

As palavras de Martin Luther King Jr. durante a manifestação de Washington em 1963 arrancaram lágrimas de milhares de pessoas que o ouviram.

“Eu tenho um sonho: que um dia esta nação se erguerá e viverá o verdadeiro significado de seus princípios. (…)

“Eu tenho um sonho: que um dia meus quatro filhos vivam num país onde não sejam julgados pela cor de sua pele, mas pelo seu caráter.”

Esse forte clamor de King despertou no povo norte-americano uma nova consciência, conquistando amplo apoio aos ideais de justiça e igualdade.

A terrível influência de Hitler

Adolf Hitler é um dos personagens que mais causaram sofrimento na história da humanidade. Além de ter provocado a morte de mais de 35 milhões de pessoas com sua política de genocídio (não só de judeus, russos e ciganos, mas também de muitos outros povos considerados por ele racialmente inferiores), foi o principal instigador da Segunda Guerra Mundial.

Como Hitler, que era austríaco e não alemão, conseguiu levar tantas pessoas a aceitarem e a praticarem atos tão abomináveis? Devido a sua extraordinária capacidade de oratória. Ele é considerado um dos oradores mais convincentes de toda a história da humanidade.

Envie seu comentário